Surgimento de escorpiões preocupa população em São Marcos

0
4861
Incidência no município é de escorpião marrom, que não oferece grandes riscos, mesmo assim é preciso ter cuidado

“Matei um em cima da cama a um palmo da cabeça do meu filho de 10 meses” relatou moradora do centro à reportagem. Incidências estão associadas a onda de calor. Confira dados e dicas de prevenção na matéria

Onda de calor provoca surgimento de escorpiões dentro de casas em São Marcos. Os animais que muitas vezes ocupam áreas externas como bueiros e terrenos baldios, invadem as casas para se esconder em lugares escuros e úmidos.

Em São Marcos, desde o início do verão, a Secretaria Municipal de Saúde vem registrando surgimentos de escorpiões em áreas diversas da cidade. Conforme o setor de Vigilância Ambiental, os animais encontrados até o momento são da espécie Tityus bahiensis, popularmente conhecido como Escorpião Marrom. 

“É uma especie que não oferece riscos graves à saúde humana, porém pode ocasionar casos de alergia, mal estar e dores. É preciso se prevenir e em casos de aparições de escorpiões, levar a amostra até a secretaria, para que possamos analisar” informa Bruna Gonçalves, enfermeira responsável. Não foram registrados casos de picadas por escorpiões até o momento em São Marcos.

Daniela enviou uma foto ao São Marcos Online, onde se pode perceber que se trata de um Escorpião Marrom.

“Faz dias que aparecem esses bichos por aqui, semana passada matei um em cima da cama a um palmo da cabeça do nenê de 10 meses, também matamos um no banheiro, estão entrando em casa” relatou Daniela Petry, moradora da Avenida Venâncio Aires, no centro de São Marcos, assutada com os animais.

Os escorpiões são aracnídeos que podem causar sérios acidentes.Diferentemente de muitos animais, o escorpião possui seu veneno localizado na sua cauda, em uma região denominada de télson. Ao atacar a pressa, ele inocula o veneno através de um ferrão localizado nesse local.

O veneno do escorpião, dependendo da espécie, pode causar bastante dor, produção exagerada de suor, enjoo, vômitos, aumento dos batimentos cardíacos, dificuldade respiratória e até mesmo a morte. Portanto, é fundamental conhecer bem esses animais e seus hábitos para evitar acidentes.

No nosso país são registrados, em média, 9.000 acidentes com escorpião por ano, sendo alguns extremamente graves. Todas as espécies de grande importância médica aqui encontradas são do gênero Tityus.

A seguir descreveremos as características dos principais escorpiões encontrados no nosso território:

– Escorpião Amarelo (Tityus serrulatus) – Como seu nome indica, apresenta coloração amarelo-claro e algumas manchas mais escuras na região do tronco e da cauda. É encontrado em áreas mais quentes e secas. Essa espécie é considerada a mais venenosa da América do Sul.

– Escorpião Marrom (Tityus bahiensis) – Esse animal possui coloração marrom avermelhado e suas patas apresentam-se mais claras e manchadas. Está presente em locais mais úmidos.

No Brasil, todos os escorpiões responsáveis por acidentes graves são do gênero Tityus

Para evitar a presença de escorpiões, é importante sempre limpar a casa e o quintal, retirando entulhos, lixos e materiais de construção. Os escorpiões adoram baratas, sendo assim, uma casa limpinha, sem lixo e sem insetos pode não ser atrativa para esse artrópode.

Algumas vezes, no entanto, não é possível evitar a presença desses animais, sendo assim, você deve ter uma atenção redobrada. Primeiramente, lembre-se sempre de sacudir as roupas pessoais e de cama e sempre olhar no interior de sapatos antes de calçá-los. Evite também mexer em entulhos e materiais de construção sem a devida proteção.

Atenção! Caso seja picado por um escorpião, dirija-se rapidamente ao hospital mais próximo e, se possível, leve o animal com você. É importante não colocar pomadas nem nenhum remédio caseiro. Apenas lave o local com água e sabão e procure o médico. O tratamento é feito através de anestésicos e, em alguns casos, administra-se o soro antiescorpiônico.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here