Setembro é dedicado à prevenção ao suicídio e valorização da vida

0
1658
Fotos: PVV-divulgação

Em São Marcos, ações estão sendo desenvolvidas pelo PVV (Programa de Valorização da Vida), e equipes de atenção básica.

O suicídio é apontado como a 2ª principal causa de morte mundial entre jovens de 15 a 29 anos, e hoje, dia 10 de setembro é considerado Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, e em todo Brasil são realizadas atividades relacionadas ao Setembro Amarelo, campanha criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, uma prática que normalmente é motivada pela depressão e que mesmo com tantos casos notórios ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o problema.

Desde 2017 que em São Marcos as ações são amparadas por legislação que instituiu a campanha no município. Conforme a Secretária Municipal de Saúde, Maristela Lunedo, toda rede municipal de saúde está engajada e atuando junto ao PVV na causa.

O PVV é um programa municipal e sobrevive de doações e ações comunitárias, atua no auxilio emocional, buscando ouvir as pessoas que buscam ajuda ao se encontrarem em alguma dificuldade, conforme relata Bárbara Khalil Zucco, coordenadora do programa.

“Desde o dia 5 de setembro estamos realizando ações direcionadas para grupos específicos da sociedade, onde os índices são maiores, mas a campanha é aberta a toda população” alerta a coordenadora.

 

 

 

 

 

Estão sendo oferecidas palestras, conversas, capacitações e apresentação de materiais gráficos, como vídeos sobre o tema, principalmente em escolas de São Marcos, revelou Bárbara.

Conforme a OMS – Organização Mundial da Saúde, no Brasil, há um suicídio a cada 45 minutos.  Os dados mundiais indicam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos. No total, chega-se a 1 milhão de suicídios no mundo. Provocar o fim da própria vida está entre as principais causas das mortes entre jovens, de 15 a 29 anos, e também de crianças e adolescentes.

Em São Marcos, houve alto índice de suicídios registrados entre 2009 e 2012, números que diminuíram nos anos seguintes, conforme o PVV.

A equipe de 6 voluntários do PVV atende na Rua Dr. Rosa, número 179, das 13h30 às 17h, de forma presencial, além dos telefones (54) 3291-6141 e (54) 99606-0478, que conta com aplicativo de mensagens.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here