O agente viral está causando síndrome respiratória em indivíduos na China, a partir da cidade de Wuhan

Técnicos de Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) se reuniram nesta sexta-feira (24) com o Ministério da Saúde e outras Secretarias Estaduais de Saúde do país, via videoconferência, para tratar sobre os desdobramentos mais recentes da propagação do novo coronavírus e as pesquisas que estão sendo realizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O agente viral está causando síndrome respiratória em indivíduos na China, a partir da cidade de Wuhan. Ainda está sendo pesquisado exatamente a forma de transmissão do vírus. Atualmente, a OMS não está tratando o caso como uma emergência mundial, por isso não há restrição de viagem ao país. No Brasil, não há nenhum caso suspeito em investigação, fora os já descartados pelo Ministério da Saúde.

O objetivo do encontro desta sexta-feira, além da atualização dos técnicos quanto ao assunto, também foi elaborar um plano de contingência e definir fluxos internos de vigilância para lidar com possíveis casos suspeitos que desembarcarem no Brasil vindos da China.

Participaram da reunião técnicos das áreas de vigilância epidemiológica, Laboratório Central do Estado (Lacen) e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here