PRF: Operação Dia do Trabalhador inicia hoje e segue até terça-feira (1)

0
1213

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início nesta sexta-feira (27) à Operação Dia do Trabalhador. A meta é reforçar, até a próxima terça-feira (1º), fiscalizações de excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares em trechos com maiores índices de acidentes.

O Dia do Trabalho é uma das datas que mais preocupam os órgãos e as instituições que atuam na Viagem Segura. Entre 2007 e 2017, esse foi o terceiro feriado com mais mortes nas vias gaúchas, atrás apenas do Dia das Mães e do Dia dos Pais. Por essa razão, as autoridades de trânsito estarão em campo buscando coibir comportamentos de risco. Mesmo não se tratando de um feriadão prolongado, pois segunda-feira (30) é dia útil, esta edição da Operação Viagem Segura se estenderá por cinco dias, de sexta (27) a terça-feira (1º).

Analisando os acidentes do período de 2007 a 2017, o Detran RS identificou que o Dia do Trabalho tem uma média de 7,1 falecimentos por dia, pouco abaixo da média diária dos finais de semana em que não há operação (7,3 óbitos/dia) – e bem acima da média geral dos 15 feriados e datas comemorativas em que a operação acontece (6,3 mortes/dia). Isso corresponde a dizer que a cada 3 horas e 22 minutos, uma pessoa perde a vida no trânsito, no feriado do Dia do Trabalho. No ano passado, foram 24 mortes em quatro dias de operação, considerando as pessoas que morreram até 30 dias pós-acidente. Em 2016, foram 15 mortes no mesmo período.

Durante os próximos cinco dias, a corporação vai promover ações de educação para o trânsito, com o objetivo de reduzir o número de acidentes e promover a segurança e a fluidez das vias a usuários de rodovias federais.

De acordo com a PRF, também serão realizadas ações operacionais direcionadas ao combate à criminalidade. Serão utilizados, ao todo, 1.140 viaturas, 242 motocicletas e 1.824 aparelhos de etilômetro, também conhecido como bafômetro.
Durante o período da operação, a corporação contará com reforço na fiscalização de motocicletas, com foco em infrações que potencializam a ocorrência de acidentes de maior gravidade, como o não uso do capacete e de equipamentos obrigatórios e falhas no sistema de iluminação.

Educação para o trânsito

Em alguns postos da PRF, o condutor será convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas, segundo a corporação, terão a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Viaje com segurança

A PRF recomenda algumas condutas aos motoristas no intuito de evitar acidentes, tais como:

– respeitar as placas de sinalização, em especial os limites de velocidade;
– fazer revisões periódicas do veículo e conferir o funcionamento dos equipamentos obrigatórios;
– planejar a viagem e evitar dirigir com pressa, cansado ou com sono;
– manter uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos;
– em caso de chuva, redobrar os cuidados e reduzir a velocidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here