Previsão do tempo no RS: até quando vai o sobe e desce da temperatura

0
615
Imagem: Clima ao Vivo

Na última semana de agosto, a temperatura começa a ficar mais elevada por conta da chuva; ao mesmo tempo, frio permanece em algumas regiões do Estado

Um misto de calor e frio tomou conta do Rio Grande do Sul nos últimos dias e a temperatura deve viajar nessa montanha-russa pelo menos até o início de setembro, de acordo com a previsão do tempo.

A tendência, conforme a Somar Meteorologia, é de que o próximo fim de semana seja marcado pelo sol e pelo tempo firme em todo o Estado, com poucas nuances de temperatura. Domingo (25) será mais quente, porém, os termômetros não devem ultrapassar os 23°C em Porto Alegre. Ao mesmo tempo, no interior do Estado, as mínimas podem chegar aos 8°C, como em Bagé, na região da Campanha.

Antes, na quinta (22) e na sexta-feira (23), áreas do Noroeste e do Norte, próximo à divisa com Santa Catarina, podem ser atingidas pela passagem rápida de uma área de instabilidade.

Na última semana de agosto, a chuva provoca uma nova gangorra na temperatura no Estado. Entre quarta (28) e quinta (29), a Capital deve registrar máximas entre 27°C e 30°C, precedendo a instabilidade que pode atingir todas as regiões do Estado. O fim de semana que divide agosto e setembro terá, no sábado (31), uma mínima de 6°C no sul do Estado, em contraste com domingo (1º), onde a máxima será de 32°C em cidades do Norte gaúcho.

— A gente continua no sobe e desce das temperaturas, mas com um frio menos intenso e, de vez em quando, a temperatura dá um pico maior porque, em setembro, a gente tem uma entrada maior de massa de ar quente — explica Cléo Kuhn, meteorologista do Grupo RBS.

Segundo Cléo, a expectativa é de que, a partir de agora, o Estado tenha uma diminuição gradativa nos registros de temperaturas negativas ou episódios de geada.

Bota casaco, tira casaco

Na última quarta (14), pelo menos 14 municípios do Rio Grande do Sul registraram temperaturas abaixo de zero no Rio Grande do Sul, conforme as estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Neve não chegou a cair, mas a geada enfeitou os campos pelo interior do Estado

Três dias depois, os gaúchos trocaram o casaco e a manta por bermuda e chinelo. No sábado (17), Porto Alegre teve o dia mais quente do inverno, com a máxima na casa dos 30,2°C. Já no domingo (18), a chegada de uma frente fria vinda do Uruguai empurrou o ar mais quente para frente, retornando, assim, com o ar gelado.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe uma resposta

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui