Polícia Civil de São Marcos investiga caso de cárcere privado

0
1045

Caso aconteceu por cerca de 10 anos envolvendo um homem de 46 anos com problemas mentais severos que era mantido trancado em casa pelo pai, de 72 anos. O rapaz foi resgatado com a ajuda da Policia Civil, agentes comunitárias e agentes de saúde do bairro São José na semana passada, após denúncia anônima.

Conforme as agentes de saúde, o caso foi parcialmente conhecido em 2015 e após inúmeras visitas à casa, localizada no Loteamento Vida Nova, o pai, um senhor de 72 anos, sempre relatava que o rapaz não estava em casa ou estava na casa de irmãs que moram em Gravataí e Caxias do Sul. A equipe insistiu por inúmeras vezes nas visitas, sempre sem sucesso, apesar de vizinhos relatarem que ouviam pedidos de socorro ou barulhos da vítima.

O filho foi resgatado na última terça-feira, 17 de abril, após um mandado de busca. Ele ficava aos cuidados do pai, porém estava em situação de abandono em um cômodo construído afastado da casa, o local não possuí as mínimas condições de higiene e nem aberturas. O homem apresentava um quadro grave de desnutrição, problemas de visão, e fratura em um dos braços, além de estar bastante sujo.

Conforme as agentes de saúde do bairro, o homem frequentou a Apae até 1989, onde recebia atendimento médico e psicológico. Após esta data a família solicitou o afastamento dele da instituição, as assistentes relatam ainda que em consultas médicas e psicológicas em 2005 o rapaz pedia para retornar à Apae e citava uma funcionária, que na época era psicóloga. Depois de 2005 o rapaz ainda apareceu para consultas médicas por duas vezes, sendo que a última teria sido em 2010.

Após denúncias um mandado de busca foi expedido pela Justiça e a Polícia Civil esteve na moradia na última terça-feira, 17 de abril onde precisou inclusive arrombar a porta que dava acesso ao rapaz, pois o pai tentou impedir a entrada dos policiais.

As irmãs do rapaz, que não residem no município, relataram que também eram proibidas de entrar na casa do pai e quando perguntavam sobre o irmão eram informadas de que ele estaria aos cuidados de terceiros.

O São Marcos Online questionou se o pai passa por dificuldades financeiras ou outra situação que explicasse as más condições em que o filho foi encontrado e conforme as assistentes sociais, ele recebe três benefícios sendo que um é do filho deficiente.

Em entrevista, o delegado local, Edinei Márcio Albarello, explicou que a principio o pai será investigado pelo crime de maus tratos, mas ainda é preciso aguardar outros lados e o curso das investigações para saber se há outros crimes.

O rapaz foi atendido na UBS do bairro São José e encaminhado ao Hospital São João Bosco no mesmo dia em que foi resgatado, foi tratado e teve alta na sexta-feira (20). Ele está sob os cuidados de uma das irmãs.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here