‘O Suco de Uva merece uma festa, precisa valorizar esse produto’

0
437
Encerramento da Fenavindima em Flores da Cunha teve brinde com Suco de Uva. Foto: O Florense

Presidente da Fenavindima fala sobre êxito da 14ª edição do principal evento de Flores da Cunha e afirma: ‘Se São Marcos fizer essa festa (Fenasuco) quero participar e conhecer’

No momento em que São Marcos começa a projetar sua Fenasuco (o evento foi inserido no calendário do município em dezembro com previsão de ser realizado em 2021 (https://www.saomarcosonline.com/1a-fenasuco-sera-em-2021/), o São Marcos Online entrevistou o presidente de um dos principais eventos vitivinícolas da Serra gaúcha para conhecer um pouco do trabalho desenvolvido com a Fenavindima, em Flores da Cunha.

Afinal, festas com derivados da uva são comuns na região e aos poucos os são-marquenses parecem estar despertando para a importância de o município (maior produtor de suco do Brasil) realizar uma festividade ligada a vitivinicultura, como fazem diversas cidades: Bento Gonçalves (Fenavinho); Caxias do Sul (Festa da Uva); Garibaldi (Fenachamp); e Flores da Cunha, com a Fenavindima, cuja 14ª edição foi realizada em fevereiro e março deste ano, registrando sucesso de público e consolidando-se como um dos principais eventos da Serra. (https://www.jornaloflorense.com.br/noticia/geral/7/fenavindima-encerra-com-publico-de-100-mil-pessoas/11460).

Ouça entrevista com Darci Dani, presidente da Fenavindima em 2020

“Neste ano conseguimos projetar um ambiente de festa em que era bom de ficar. Acabou aquela conotação de uma festa onde as pessoas visitavam algumas banquinhas e iam embora. Conseguimos envolver diversos setores da economia de Flores da Cunha, desde as agroindústrias e a gastronomia até empresas moveleiras e de malhas, o que fez jus ao lema ‘Festa de todas as Mãos’”, comenta o presidente da Fenavindima, o enólogo Darci Dani.

Ele destaca que a programação da Fenavindima 2020 tinha shows variados e diversas atrações programadas para atrair os mais diferentes tipos de público.

“Ampliamos o espaço no parque e se tornou um ambiente bom de permanecer e encontrar as pessoas para conversar. Ouvimos de muita gente que era bom de ficar e então acho que conseguimos alcançar nosso objetivo, pois vimos a felicidade do público participando desse espírito de festa e aproveitando a programação, que estava bem diversificada, com shows musicais variados e mais de 50 grupos da região, pois é muito importante ter atrações locais”, assinala.

Enólogo Darci Dani, presidente da Fenavindima: ‘O suco de uva merece uma festa, se São Marcos fizer quero conhecer e participar’. Foto: O Florense

Diretor Executivo da Agavi (Associação Gaúcha de Vinicultores), Darci já presidiu a Fecouva (Otávio Rocha) e em duas oportunidades (1995 e 2011) foi vice-presidente da Fenavindima. Com experiência no setor, ele destaca que os municípios que investem nestes tipos de festividades acabam colhendo importantes frutos na divulgação e atração de visitantes, o que movimenta o turismo e setores da economia como a rede hoteleira e gastronômica.

“Através da Fenavindima conseguimos divulgar Flores da Cunha. Acontece uma mídia espontânea e é por isso que o prefeito Lídio Scortegagna (MDB) sempre fala na importância de a prefeitura fazer esse investimento e que a festa não precisa necessariamente dar lucro. Inclusive neste ano, no encerramento, ele lançou o desafio de realizarmos a cada dois anos”, comentou Darci, lembrando que a festividade acontece a cada quatro anos.

‘Suco de Uva consome mais de 50% da uva americana híbrida, é ótimo um município da região investir numa festa’

Maior produtor do Brasil de suco de uva, São Marcos projeta realizar Fenasuco em 2021. Foto: São Marcos Online

No encerramento da Fenavindima houve um brinde feito com suco de uva: apesar de ser o maior produtor de vinhos do Brasil (e também de uva), Flores vem cada vez mais investindo no suco: muitas vinícolas estão aumentando a produção da bebida, que em média corresponde a 50% da produção). Em 2019 o município instituiu o primeiro domingo de março como o Dia Municipal do Suco de Uva.

“O suco de uva é uma bebida que não tem limites e por não ter álcool pode ser consumida por qualquer pessoa. É um mercado muito importante, que vem crescendo e que já consome mais de 50% da uva americana híbrida produzida na região. Como o vinho nacional vem diminuindo o consumo nos últimos anos, sem o mercado do suco estaríamos em apuros para a uva produzida. Por isso é ótimo um município da região investir nisso. Precisa valorizar esse produto e se São Marcos realmente fizer essa festa (Fenasuco), quero participar e conhecer”, afirma o presidente da Fenavindima.

Maior produtor de suco de uva natural e integral do Brasil, São Marcos projeta fazer a Fenasuco desde 2012, quando houve o registro da marca. Em dezembro de 2019 a Câmara de Vereadores aprovou projeto de Lei inserindo a Fenasuco no calendário oficial de eventos do município. A previsão é que a 1ª Fenasuco seja realizada em 2021 e a Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo já vem tomando ações nesse sentido.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here