Meninas da AMSM estreiam na Copa Link de futsal

0
923
Equipe conta com cerca de 20 atletas neste ano. Na última edição a AMSM ficou em 4º, quem venceu foi a Nefel. Foto: divulgação

Neste sábado, dia 11, às 21h30, no Ginásio Jardelino Scodro a equipe enfrenta a Clínica Futsal. A competição iniciou na última semana com 8 equipes da região

Em sua 2ª edição a Copa Link de Futsal Feminino evoluiu bastante em relação ao ano passado. Com 8 equipes nas disputas, só não teve mais inscritas porque a organização teve que segurar, para preservar o nível da competição e manter uma boa organização do evento, conforme Carlos Berbigier de Rosso, diretor de esportes da Associação dos Motoristas São Marquenses, que promove o evento esportivo com apoio da Link Escola de Idiomas.

“Temos uma equipe de Nova Petrópolis, duas de Bento Gonçalves, quatro de Caxias do Sul e nós de São Marcos. A competição terá formato todos contra todos em que as 4 melhores farão as finais da série ouro e as equipes que terminarem a primeira fase classificadas do 5° lugar ao 8°, farão as finais da série prata, proporcionando, assim, que todas as equipes tenham chance de conquistar um troféu”, explica.

Equipe da AMSM Futsal Feminino é treinada pelo professor Eraldo Oliveira. Foto: divulgação

A primeira partida da primeira fase da competição aconteceu em 1º de maio, quando a Nefel venceu por 6×1 a Base Feminina. Neste sábado, dia 11, em São Marcos, a AMSM enfrenta a Clínica Futsal, representante de Nova Petrópolis. O terceiro confronto será no dia 19 entre Olímpia e Bento Futsal e o quarto jogo da rodada, entre MGA e Damas de Ferro, ainda não tem data marcada.

“Estamos bem otimistas que será uma grande competição, assim como foi ano passado. A ideia da competição surgiu diante da necessidade de fomentarmos o futsal feminino em diversas cidades e locais, e não somente no eixo de Caxias do Sul. Dessa forma, conseguimos trazer jogos para a quadra da AMSM e valorizar mais o nosso futsal feminino diante dos familiares, amigos e namorados das meninas, bem como aos que se interessam por essa modalidade que só cresce no Brasil”, finaliza Carlos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here