Jovens ignoram pandemia e promovem “tistandan” na madrugada são-marquense

0
18429
Soldados da BM local estiveram no local orientando e fiscalizando. Foto: Enviada ao SMO

Após queixa de moradores a BM esteve no local e um veículo foi recolhido. Além do crime de perturbação, grupo também infringe a lei por desobediência de decreto e infração de medida sanitária. Veja vídeo na matéria

Durante este domingo o São Marcos Online ouviu diversos são-marquenses, moradores dos bairros Progresso, Industrial e Centro, todos com a mesma reclamação: o som automotivo que tomava conta do loteamento EcoVille na madrugada deste domingo, ECOando pelos vales e tirando o sono da vizinhança. O local fica próximo da Associação dos Motoristas.

O loteamento é novo e ainda não há muitas moradias, por este motivo acaba servindo de ponto de encontro de jovens com seus carros e motos barulhentos. Não bastasse o barulho das máquinas, ainda são equipadas com potentes auto falantes, tocando quase sempre o mesmo som: “tam tistandan…”.

Um grupo de vizinhos do local da aglomeração, por não conseguirem dormir, passaram de carro pelo local e registraram os fatos, levando até o quartel da BM, que acatou as reclamações e se fez presente orientando os jovens. A abordagem resultou em um carro recolhido.

O fato, que é corriqueiro em São Marcos, não ocorre somente neste local e, por si, já é passível de fiscalização e atuação policial, uma vez que interfere no sossego alheio (mediante gritaria, algazarra, abuso de instrumentos musicais, sinais acústicos, dentre outras situações), sendo considerado crime, nos moldes do artigo 42 do Decreto-Lei Nº 3.688/41, passível de prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa.

Ocorre que o mundo está vivendo uma situação de isolamento social e de rigoroso esquema de prevenção e orientação diante da pandemia de coronavírus. Isso torna o fato ainda mais grave, pois conforme decretos estadual e municipal estão proibidas aglomerações de qualquer natureza, podendo os jovens, nesse caso, responderem também por crime de desobediência e infração de medida sanitária.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here