Food Truck furtado em Lages pode estar em São Marcos

0
1744
Foto: Arquivo Pessoal | Divulgação

Conforme o proprietário, são-marquenses teriam feito contato com ele informando que teriam visto o veículo estacionado próximo ao cemitério público esta semana

Um casal, moradores de Lages; em Santa Catarina, fez contato com a imprensa de São Marcos relatando estar sendo vítima de um estelionatário, conforme o homem, ele e a esposa anunciaram à venda de um trailer de Food Truck. Inúmeras pessoas fizeram contato com o casal e após muitas negociações um homem se passou por comprador. O negócio estaria fechado, porém o veículo acabou sendo levado no dia 13 de novembro, momento em que os proprietários perceberam que haviam caído em um golpe.

A ocorrência foi registrada na última quinta-feira (14) na Central de Plantão Policial de Lages, em Santa Catarina. Conforme o relato do casal à Polícia Civil, eles negociaram com o suposto comprador que se identificou como Rogério Soares Barcelos, a venda do trailer pelo valor de R$ 25 mil, sendo que o montante deveria ser transferido por meio de transação bancária eletrônica (TED). O valor acabou não sendo encaminhado e o suposto comprador se comprometeu em realizar dois depósitos de R$ 12,5 mil cada, os envelopes não foram compensados.

Neste meio tempo, em que os envelopes deveriam compensar, o “comprador” acionou uma empresa de guinchos de Vacaria para buscar o food truck em Lages, o que aconteceu às 20h de terça-feira (12). À polícia o motorista do guincho contou que levou o veículo até um barracão no bairro São Cristóvão, em Caxias do Sul. O combinado era de que o contratante pagaria R$ 900 pelo serviço. Porém o motorista recebeu apenas R$ 300 e ficou com o documento do food truck como garantia de recebimento do restante do valor.

Os documentos acabaram sendo devolvidos aos verdadeiros proprietários; em Lages, e o estelionatário, de posse do Food Truck segue fazendo ligações para as vítimas desde sábado (16) exigindo dinheiro para devolução do veículo. Conforme o proprietário, o homem exige o pagamento de R$ 5 mil, caso contrário modificará a estrutura do veículo e venderá.

A Polícia Civil de Santa Catarina trabalha no caso e de acordo com as investigações, existe a possibilidade de o veículo estar escondido em alguma propriedade rural, no interior de São Marcos. Conforme o proprietário, alguns são-marquenses teriam feito contato com ele na noite de ontem (20) relatando que o veículo estava estacionado próximo ao cemitério público, porém, na manhã desta quinta-feira ele já havia sido removido.

Informações podem ser passadas para a Polícia Civil pelo 197.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here