Fim de semana de Nossa Senhora dos Navegantes terá operação Viagem Segura

0
463
Foto: Divulgação / DetranRS

Operação iniciou a zero hora de sexta-feira (31) e segue até a meia-noite de domingo (2)

Domingo é dia de Nossa Senhora dos Navegantes e, neste fim de semana, ocorre também o festival de música Planeta Atlântida, que deve gerar uma grande circulação de veículos pelas vias do Estado, especialmente rumo ao Litoral.

Com o objetivo de preservar vidas, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil estarão mobilizados para a 113ª Viagem Segura, edição de Navegantes, que se estende por três dias, desde a zero hora de sexta-feira (31/1), até a meia-noite de domingo (2/2).

Em complementação às ações de fiscalização, a Balada Segura, já presente em Porto Alegre e mais 34 municípios do RS, estará atuando também no Litoral para prevenir acidentes provocados pelo consumo de álcool. A Escola Pública de Trânsito realiza, ainda, ações educativas de sensibilização. Educadoras e psicólogas do DetranRS oferecem atividades lúdicas sobre comportamento seguro e conversam com o público sobre empatia no trânsito.

Acidentes

Segundo levantamento realizado pelo DetranRS, entre 2007 e 2019, nos 15 feriados ou datas festivas em que é realizada a operação, a média é de 6,38 mortes por dia. No período de Navegantes, a média é um pouco mais baixa: 5,76 mortes/dia. Foram 259 vidas perdidas, o que representa dizer que uma pessoa perde a vida a cada 4 horas e 10 minutos nos finais de semana ou feriadões de 1º de fevereiro dos últimos 13 anos.

No ano passado, foram 16 vítimas durante os três dias, considerando as que morrem até 30 dias após o acidente. Avaliando a média geral da acidentalidade no período de Navegantes, a análise aponta que quase 60% das vítimas fatais foram de acidentes que ocorreram nas rodovias, contra 39,3% em vias municipais.

Sobre a Viagem Segura

Com oito anos de atuação no RS, a Viagem Segura tem como principais parceiros Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC na Capital), ANTT, DNIT, Cetran/RS, Daer, EGR, Famurs, CCR-Via Sul, além de representantes da sociedade.

As suas 112 edições anteriores – entre 2011 e 2019 – somam mais de 5,8 milhões de veículos fiscalizados.

DETRAN RS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here