Febre Aftosa: Até o momento São Marcos vacinou 95% do rebanho

0
1309
Foto: Divulgação

A campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa foi prorrogada até o próximo dia 15 de junho. A data prevista para o encerramento era quinta-feira, dia 31 de maio, mas foi prorrogada pelo Ministério da Agricultura. Confira dados e orientações no âmbito de São Marcos.

A prorrogação atende pedido feito pela Fetag e Farsul, entidades que representam os pecuaristas à Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária, que encaminhou o pedido ao Ministério da Agricultura que, decidiu autorizar a prorrogação em todo o país, em razão dos problemas decorrentes da greve dos caminhoneiros.

O produtor que ainda não vacinou seu rebanho deve procurar as casas agropecuárias para adquirir as doses necessárias até o dia 15 e, após, comparecer na Inspetoria Veterinária do Município.

Além da comprovação da vacinação o produtor deve fazer a declaração anual de rebanho, cujo prazo, também foi prorrogado até 15 de junho.

São Marcos possui atualmente 7.450 cabeças de gado, entre bovinos e bubalinos. A meta de vacinação é atingir 100%, e conforme Luiz Antônio Tonietto, da Inspetoria Veterinária, 95% do rebanho já foi vacinado.

“A conscientização de que todos devem fazer sua parte para manter o Estado livre de febre aftosa é fundamental para não termos mais esse grave problema econômico e social no Rio Grande do Sul”, alerta Tonietto.

A febre Aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa e de rápida disseminação, com grandes impactos econômicos e sócias nos locais onde ocorre.

O papel da inspetoria é manter os registros dos produtores rurais atualizados, o controle de todos os criadores, bem como a cobrança para que efetivamente realizem a vacina.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here