Família raspa cabelo em apoio a jovem com leucemia

0
1234
Normélia e Jéssica logo após cortarem os cabelos | Fotos: Arquivo Pessoal - Divulgação

Jéssica Nunes descobriu a leucemia há cerca de 20 dias. Após o inicio do tratamento o cabelo da jovem começou a cair, ela decidiu raspar e a família apoiou

A família da são-marquense Jéssica Nunes, de 22 anos, demonstrou apoio à jovem fazendo o que para muitos é um sacrifício. Jéssica foi diagnosticada com leucemia em agosto e logo foi internada para iniciar as sessões de quimioterapia, o tratamento é forte e faz com que o cabelo comece a cair. Como forma de apoio, os pais e os três irmãos de Jéssica decidiram raspar os cabelos para enfrentarem juntos o tratamento.

“Pra nós foi uma surpresa a chegada da doença, nos tirou o chão. A Jéssica é uma menina corajosa choramos muito abraçados eu, ela, o pai e a melhor amiga dela; Caroline Cândido que estava cuidando dela no hospital. A gente tinha que reagir dando força pra ela não desanimar e é isso que fazemos no nosso dia a dia”, destaca Normélia, mãe de Jéssica.

O diagnóstico veio há cerca de 30 dias, após uma série de exames os médicos constataram o câncer que vinha afetando seu sangue e a são-marquense ficou internada no Hospital Geral para iniciar o tratamento. Neste período o cabelo começou a cair e a jovem decidiu cortar para evitar ver a queda gradativa dos fios.

A mãe conta que Jéssica não sabia que a família iria cortar o cabelo também, a família pediu que a cabeleireira fosse até o hospital pra cortar o cabelo da jovem e o resto já estava tudo combinado.

“A Gi (cabeleireira) sabia que eu ia cortar o meu cabelo da mesma forma que a Jéssica cortasse o dela. Na hora ela (Jéssica) chorou e me disse: não, mãe! Eu respondi: sim eu vou ficar que nem tu, aí nos abraçamos e choramos muito”, relata Normélia

Nos dias seguintes a jovem foi surpreendida pelo pai, os irmãos, os amigos, os sobrinhos e até o avô com a cabeça raspada.

“Ela chorou bastante, eles faziam os videos e mandavam pra ela porque as visitas são restritas já que a imunidade dela tá baixa”

Em relação a recuperação a família está esperançosa, além de muito unidos eles também são devotos de Nossa Senhora Aparecida e já iniciaram uma corrente de oração envolvendo os amigos e pessoas que a família nem conhecia e acabou se envolvendo na fé o através de doações de sangue.

“A Jéssica é muito jovem é uma menina vai fazer 23 anos no dia 22 de setembro, tem sonhos pra serem realizados, uma vida inteira pela frente e não vai desistir jamais, nós estamos do lado dela em todos os momentos e vamos vencer essa batalha”, acrescenta a mãe

Todo o processo de tratamento está sendo encarado com muita leveza. “Nossa família é muito unida, tenho orgulho de cada um deles, a Jé ta com muita saudades dos almoços, um feijão com arroz pra nós era uma festa desde que estivéssemos todos juntos” O lema da família agora mais do que nunca é “a união faz a força”

A jovem segue internada mas é possível que esteja em casa até o fim de semana.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here