Em São Marcos, cerca de 3 mil alunos retornam às salas de aula na próxima terça-feira (18)

0
818
Foto: Colégio Estadual São Marcos. Arquivo SMO

Estudantes fazem parte do ensino fundamental e médio das redes estadual, municipal e particular. Educação infantil iniciou atividades no dia 4 de fevereiro.

Após o período de recesso, as escolas do município começam a retornar as atividades na próxima terça-feira. O período costuma ser marcado pela ansiedade, compartilhada por alunos, pais e professores. Além da expectativa de ambos para rever a escola.

Em entrevista, a Secretária de Educação do município, Tatiane Borghetti Zulian explicou as melhorias que foram feitas nas escolas municipais durante o período de recesso.

“Neste dias que antecedem o retorno dos alunos a secretaria de serviços públicos urbanos realizou o serviço de roçada, manutenção e revisão da rede elétrica para que tudo ocorra na mais perfeita ordem”.

Além da manutenção periódica, Tatiane destaca ainda que quatro escolas receberam pintura interna e externa. “No último ano a gente conseguiu melhorar muito a estrutura das escolas, realizamos a pintura da Don José Baréa, Francisco Doncatto, Demétrio Moreira da Luz e Antônio Pessini que está em fase de finalização”, complementa a secretária.

No Mutirão Assemarcos, escola particular de São Marcos, as aulas iniciam na segunda-feira, dia 17. Já nas redes municipal e estadual os estudantes retornam na terça-feira (18).

Na segunda-feira (17) acontece a abertura oficial do ano letivo, as atividades dos professores da rede municipal e estadual iniciam pela manhã com um curso de educação financeira oferecido pelo Sicredi. A noite os educadores participam de palestra no Alexandre Zaniol, ministrada por Fabiano Feltrin que abordará o tema “Um novo mundo uma nova vida”.

Tatiane Borghetti Zulian, Secretária Municipal de Educação | Foto: Angelo Batecini | SMO

Implantação da Base Comum Curricular é novidade para 2020

Conforme Tatiane, este ano é ainda mais importante por se tratar do ano de implantação da nova base comum curricular.

Documento normativo que define o conjunto de aprendizagens essenciais necessárias à evolução dos alunos ao longo das etapas e ciclos da Educação Básica, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) terá aplicação efetiva em sala de aula a partir de 2020.

É uma referência nacional que vai orientar a construção dos currículos, a revisão e a elaboração de propostas pedagógicas, a composição dos materiais didáticos e moldar políticas de formação de profissionais da educação e avaliações.

“As formações dos professores neste serão de acordo com a Nova Base, sobre como implantar de uma forma diferente, proporcionando aos alunos aulas diferentes que permitam um aprendizado diferente” complementa Tatiane.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here