Dicas parentais: adaptação escolar infantil

0
534
Boy bored in class

A entrada dos filhos na escola é uma situação que acaba mexendo com a família inteira e não só com a criança

Um novo ambiente vai fazer parte da rotina não só dos pequenos, mas dos pais também. E é nesse período que as ansiedades surgem e causam dúvidas sobre como agir frente à essa adaptação. Por isso, separei algumas dicas para te ajudar nesse processo tão importante:

Busque acolhimento e apoio na escola escolhida. Converse abertamente com equipe diretiva e professores que terão contato com a criança.

Sinalize à equipe possíveis dificuldades ou processos pelos quais a criança estiver passando.

Procure não demonstrar ansiedade e preocupação com esta nova fase para a criança. Fortaleça a confiança neste processo e na criança. A criança precisa saber e sentir que está em um local seguro.

Converse previamente, várias vezes e em vários momentos com a criança sobre a nova situação. Se possível, visite a escola com a criança antes do início das aulas.

Ao visitar a escola, dê foco para as atrações e os pontos positivos do que o ambiente oferece (brinquedos, atividades, parque).

A honestidade e transparência devem ser balizas neste momento. Conte situações pelas quais você passou quando começou a escola para que a criança se sinta acolhida e compreendida.

Fale dos sentimentos comuns nesse período como ansiedade, medo, saudade (inclusive de sensações físicas). Fale do que a criança pode sentir e do que você também provavelmente sentirá com essa mudança.

Não fuja ou se esconda no momento da despedida. Sempre converse abertamente com a criança sobre o que acontecerá e sinalize que estará lhe esperando na saída. Nos primeiros dias, evite se atrasar para busca-la.

Incentive a entrar na escola caminhando, evitando colocá-la no braço e não deixando para o professor a função de retirar a criança do colo do responsável;

Cuidado para não criar expectativas demais ou antecipar comportamentos negativos. Evite dizer: “não chore no primeiro dia”, “não vá ficar com medo da professora”;

Nos primeiros dias, é fundamental que alguém que represente uma figura de confiança para a criança permaneça com ela na escola por pelo menos um curto período de tempo (até que inicie uma atividade lúdica e que se entretenha, por exemplo).

É fundamental que os pais evitem ao máximo que a criança falte nessa fase. Um grande número de faltas prejudica o estabelecimento do vínculo da criança com a escola. A criança precisa ter rotina e constância de lugares e pessoas no seu dia a dia, para que consiga se organizar internamente e sentir-se segura.

O choro na hora de se separar dos pais acontece com frequência e nem sempre significa que a criança não queira ficar na escola, ela pode estar apenas querendo mostrar que gosta dos pais e que sentirá falta deles. Converse e sinalize que logo vocês se reencontrarão, passando essa segurança para ela. Com o tempo, essa fase do choro vai acabar.

Bom início de ano escolar, para teu filho(a) e para você também!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here