Censo da Febre Amarela contabiliza mais de 800 pessoas no interior

0
471
Cerca de 19% dos participantes não estavam vacinados para a Febre Amarela. Foto: prefeitura/divulgação

O Censo Vacinal da Febre Amarela foi realizado entre os dias 16 e 26 de agosto na comunidades do interior de São Marcos. A ação foi realizada devido ao Brasil, atualmente, passar pelo maior surto de febre amarela de sua história recente. O público alvo foram os moradores da área rural, onde se encontra a população com maior risco.

Dos moradores que participaram do censo, 155 não possuíam registro vacinal para Febre Amarela. “Percebemos que a maioria da população do interior possui a vacina da Febre Amarela devido à campanha de vacinação intensa que ocorreu em 2009”, comenta a Coordenadora da Vigilância em Saúde, Bruna Gonçalves.

Daqueles que não estavam vacinados, 63 foram vacinados durante o censo e os outros 92 não receberam a vacina por recusa, contraindicações e entre outras motivações.

Diversos profissionais da área da saúde foram envolvidos na realização do censo: enfermeiros, técnicos de enfermagem, Agentes Comunitários de Saúde e equipe da Vigilância epidemiológica e ambiental.

De acordo com a Coordenadora da Vigilância, quem não pode participar do censo da febre amarela no interior pode ir até o Centro Municipal de Saúde para avaliar o cartão de vacinação e quem mora na zona urbana e tiver dentro da faixa etária recomendada também precisa estar atento quanto a vacina da Febre Amarela.

“Nesse mesmo momento, estaremos avaliando o cartão vacinal de todos e atualizando para as vacinas do tétano, hepatite B, tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), além da Febre Amarela, no caso de adultos. Crianças e adolescentes também poderão atualizar o cartão vacinal para as vacinas indicadas para cada idade”, complementa Bruna.

            A Vigilância em Saúde seguirá com ações de conscientização sobre a necessidade da vacinação contra a Febre Amarela por meio de divulgação nos canais de comunicação da Prefeitura e também com participação em eventos da cidade.

A vacina é gratuita e pode ser realizada nos seguintes dias e locais mediante apresentação da carteira de vacinação:

  • Terças-feiras

ESF São José – 8h às 11h; 13h30 às 19h

ESF Nicoletti – 8h às 11h; 14h às 15h30; 17h30 às 19h

  • Quartas-feiras

ESF Eneo Doncatto – 7h30 às 11h; 13h30 às 15:30h; 17h30 às 19h

  • Quintas-feiras

Centro Municipal de Saúde Nossa Senhora de Lourdes – 8h às 11h30; 13h30 às 19h.

Unidade de Saúde Pedras Brancas – 7h45 às 11h45; 12h45 às 16h20.

Sobre a vacina da febre amarela

 – Indicado para todas as pessoas de 9 meses a 59 anos 11 meses e 29 dias.

– Considerar vacinada a pessoa que comprovar uma dose de vacina. Não é necessário fazer reforço dessa vacina.        

NÃO DEVEM SE VACINAR:

– Pessoas alérgicas a ovo;

– Mulheres em qualquer fase da gestação;

– Mulheres amamentando bebês com idade abaixo de 9 meses;

– Pacientes em tratamento com radioterapia/quimioterapia;

– Pacientes com doenças autoimunes, portadores de doenças hepáticas, renais, hematológicas, neoplásicas.

Observação: A vacinação de pessoas com mais de 60 anos de idade, gestantes e mulheres que estejam amamentando crianças menores de 06 meses deve ocorrer em situações especiais – como emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco, mediante a avaliação de risco/benefício, feita por um médico.

– Em mulheres que estejam amamentando, pode-se considerar a suspensão do aleitamento materno por 10 dias.

– Vacinação de viajantes para países com exigência de vacinação: vacinar, de acordo com as normas do Programa Nacional de Imunizações, pelo menos 10 dias antes da viagem.

Fonte: ASCOM / Prefeitura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here