Alunos da Francisco Doncatto e profissionais da saúde participaram de força tarefa na última semana

A ação da Secretaria de Saúde para eliminar possíveis focos do mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela envolveu mais de 150 pessoas. Além dos agentes de endemia da Vigilância Ambiental em Saúde também participaram as agentes de saúde, profissionais dos postos de saúde da cidade e alunos, professores e direção da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Doncatto.

O local escolhido foi o Francisco Doncatto por ser o bairro com o maior número de focos do mosquito Aedes aegypti. De acordo com dados da Vigilância Ambiental em Saúde, a cada 10 focos do mosquito Aedes aegypti encontrados no município, 6 estão localizados nesse bairro.

A força-tarefa passou em 477 imóveis, desses, 73 estavam fechados; em 4 a inspeção foi recusada pelo proprietário e em 400 imóveis (residências, comércio e industrias) a inspeção foi realizada. Foram encontrados possíveis focos e realizada coleta de larvas, que foram enviadas para análise.

As inspeções foram realizas durante a quinta-feira (12). Os alunos foram divididos em grupos e cada grupo foi acompanhado por, pelo menos, um profissional da Secretaria de Saúde.

As turmas envolvidas na força-tarefa também participaram de uma palestra preparatória sobre como eliminar possíveis focos do mosquito e também sobre a importância dessa ação para a comunidade.

Fonte: prefeitura de São Marcos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here