O professor precisa contar a história de uma forma alegre, leve, colorida e principalmente com jeito de criança

No contexto escolar a história infantil tem a finalidade de ampliar e facilitar a aprendizagem do educando, pois ensina o indivíduo a ouvir e a escutar de maneira ativa e refletida, também auxilia nos aspectos internos da criança, como: carácter, raciocínio, imaginação, criatividade, senso crítico e disciplina, adquirindo vivência para montar seus próprios valores e principalmente vivenciando um mundo repleto de fantasias.

As idades entre dois a seis anos, são momentos em que a criança elabora suas relações com o mundo que a cerca, por isso deve perpassar em um ambiente acolhedor, com educadores realmente comprometidos com a essência da educação infantil, bem como a elaboração de atividades diversificadas.

A literatura infantil estimula e exercita a imaginação, diminuindo a agressividade, aumenta a atenção, estimula a criatividade, aumenta a integração das crianças com o seu meio, aprimora a inteligência emocional, enfim, a contação de histórias para as crianças é desvendar um mundo de imaginação onde elas se sentem acolhidas em suas necessidades.

É a partir das histórias infantis que a criança começa a interagir com mundo real, pois ela precisa para usar no seu contexto do dia-a-dia, sendo assim se tornando cada vez mais, esperta, independente, curiosa, ter iniciativa e confiança na sua capacidade de construir uma ideia própria sobre as coisas.

O educador mediador de conhecimentos deve proporcionar a criança histórias que contribuem no seu cotidiano favorecendo o desenvolvimento intelectual da mesma, o professor pode usufruir da criatividade para trabalhar diversas técnicas de contação de histórias. Devemos pensar na leitura como algo satisfatório para os alunos, tendo como uma das principais metas, colocar na prática pedagógica do professor que trabalha na educação infantil.

O professor precisa contar a história de uma forma alegre, leve, colorida e principalmente com jeito de criança, pois de nada adianta a história ter uma mensagem clara se o educador não se envolver neste processo. Sendo assim, o educador deve ser encantador prendendo a atenção de quem o assiste.

A contação de histórias é um suporte para trazer possibilidades de resolução de conflitos de uma maneira lúdica. Portanto, a contação de histórias na escola é evidente, pois as crianças escutam com prazer, alegria e entretenimento. Com tudo a interação dos alunos com a escola quando proporcionada estes momentos, possibilitam as crianças terem um pleno desenvolvimento intelectual e psicológico, e também irá contribuir para um bom relacionamento social.

Professoras

Marina Rech Pedrotti

Morgana Sotoriva

Renata dos Passos Cioato

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here