2ª Romaria em honra ao Padre Pedro já tem data marcada para 2019

0
2065
Devotos do Padre Pedro beijam a estátua relembrando sua fé . Fotos: São Marcos Online

Evento religioso em memória ao Padre Pedro Rizzon será realizado anualmente em Criúva. No último final de semana foi inaugurada galeria de fotos e estátua em tamanho real do sacerdote, com a participação de milhares de pessoas.

No domingo, dia 19 de agosto, em Criúva, aconteceu evento em homenagem ao homem que por 22 anos foi pároco daquela comunidade, impulsionando uma das mais importantes festas do calendário religioso da região, a Festa do Divino Espirito Santo, que contribui para o crescimento turístico e cultural do pequeno distrito pertencente ao município de Caxias do Sul.

Através de uma comissão especial criada para organizar a homenagem ao Padre Pedro Rizzon, foi inaugurada estátua em bronze, em tamanho natural e sala memória contando a vida do padre através de retratos, conforme conta o Padre Tadeu Libardi, pároco de São Marcos e Criúva.

“A imagem foi desenvolvida aos poucos baseada em muita pesquisa, atentando para os detalhes para que fosse feita o mais próximo possível da imagem do Padre Pedro, já a galeria de fotos é composta por três sessões, iniciando pelo histórico familiar, passando pela vida sacerdotal e finalizando com galeria específica sobre a Festa do Divino em Criúva” conta Tadeu.

A sala com as fotos foi adaptada na entrada da Igreja de Nossa Senhora do Carmo e ficará aberta durante o dia para visitação do público. Já estátua do Padre Pedro está do lado de fora, na praça da localidade. Padre Tadeu destaca o envolvimento dos membros da comissão, e dos fiéis que compareceram em Criúva. Ele destaca ainda que a praça passou por reformas também, ganhando maior espaço pavimentado e floreiras.

Houve celebração antes das homenagens, quando foi anunciada a data da 2ª Romaria em honra ao Padre Pedro, que será em 18 de agosto de 2019.

Neste ano, mais de 100 pessoas partiram da Gruta Nossa Senhora Aparecida, em São Marcos, às 7h do domingo, e seguiram a pé se somando aos fiéis de outras localidades ao longo do percurso de 16 km até Criúva.

“A organização disponibilizou pontos de água, sanitários químicos e lixeiras em pontos estratégicos do caminho, para beneficiar os romeiros, e o expresso São Marcos fez o transporte dos fiéis, de ônibus, de volta pra casa” destaca Tadeu Libardi.

Estima-se que mais de 2 mil pessoas passaram pelo local, onde foram servidos cerca de 1.500 almoços no salão paroquial da comunidade, após a missa.

Padre Pedro Rizzon nasceu em São Marcos no ano de 1918, filho de agricultores, estudou em São Leopoldo Filosofia e Teologia e fez-se padre. Atuou durante 22 anos como pároco de Criúva. Ficou conhecido por incentivar grandiosamente a Festa do Divino Espirito Santo, um dos patrimônios religiosos da Serra Gaúcha. Padre Pedro foi Reitor do Seminário Nossa Senhora de Aparecida, local de formação de sacerdotes na Diocese de Caxias do Sul. Também foi professor universitário da UCS. O Padre Rizzon faleceu em 19 de agosto de 2004, aos 86 anos em sua terra natal, São Marcos.

“Quando fiz meu estágio em São Marcos, no ano de 1996, acompanhava o Padre Pedro, já bastante debilitado por sua idade avançada, nas celebrações pelas comunidades do interior” revela o atual pároco.

“Foi um homem diferenciado no sacerdócio, era bastante acessível em relação a população, muito capaz e inteligente, levava a palavra de Deus de forma que todos compreendiam, simples, utilizando muitas vezes de brincadeiras para se fazer entender” finaliza Padre Tadeu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here