Terceira etapa da campanha de vacinação contra a gripe inicia nesta quarta

0
349

Em São Marcos, ações serão realizadas no Alexandre Zaniol nos dias 9 e 10 de junho

A terceira etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza inicia nesta quarta-feira. Nesta fase o público alvo compreende pessoas portadoras de doenças crônicas, independentemente da idade; assim como caminhoneiros e profissionais do transporte coletivo e das forças de segurança e salvamento poderão receber a vacina.

As ações de vacinação serão realizadas no Centro Alexandre Zaniol nos dias 9 e 10 de junho das 14h às 17h no modelo drive thru. Além do público alvo da terceira fase da campanha, também poderão receber a vacina nesses dias todas as pessoas que se enquadram na fase 1 e 2 da campanha e ainda não compareceram para a vacinação: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, profissionais da saúde, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais e professores.

A Vigilância Epidemiológica alerta para o intervalo de 15 dias entre a vacina contra Covid-19 e a da gripe, devendo sempre priorizar a vacina contra a Covid-19 (desde que faça parte do grupo prioritário).

Até o momento foram aplicadas 2.782 doses da vacina contra a influenza em São Marcos. O grupo com maior cobertura vacinal são os professores (76,6%), o segundo maior índice pertence ao grupo das crianças (67,8%). Os idosos compõem o grupo com menor cobertura vacinal, o índice está em 33,5%, o que corresponde a 1.389 pessoas vacinadas. O objetivo das ações desta semana é, além de iniciar a 3ª fase da campanha, ampliar a cobertura vacinal de todos os grupos, incluindo aqueles que pertencem a 1ª e 2ª fase da campanha.

Aberta em 12 de abril, a Campanha de Vacinação contra a Gripe no Rio Grande do Sul entra na terceira fase na quarta-feira sem atingir a meta de 90% de imunização do público-alvo estadual das primeiras etapas

É recomendado que ocorra um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas contra a gripe e contra a Covid-19. Deve-se priorizar a vacinação contra a Covid-19. Se a pessoa apresentar sinais de infecção por coronavírus, deve adiar a vacinação até a recuperação clínica total e, pelo menos, quatro semanas após o início dos sintomas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here