Polícia Ambiental registra crime contra a Flora em Campestre

0
2018

Houve desenraizamento de vegetação nativa e dano em área de preservação permanente

Neste domingo (6) a Polícia Ambiental de Vacaria registrou ocorrência de crime contra a Flora no interior de Campestre da Serra.

Durante fiscalização em uma propriedade na Estrada da Capela São Paulo foi constatado o desenraizamento de vegetação nativa em estágio inicial e médio, totalizando 1,16 hectares, além de 0,8 hectares de danos em banhado (área de preservação permanente), sendo que no local foram abertos valos e colocadas pedras para fins de drenagem agrícola.

Observando a vegetação remanescente, foi observado que foram suprimidas espécies componentes do bioma Mata Atlântica como, aroeira, bugre, angico e mamica de cadela, totalizando 2,7 hectares de vegetação suprimida.

Também foi aberto um açude na área de preservação permanente e uma estrada de 433 metros lineares e 10 metros de largura. O proprietário não possuía as devidas licenças.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here