Empresas de São Marcos realizam ação de apoio aos caminhoneiros no dia 26

0
399
Imagem: Ilustração

Entrega de kits com itens de prevenção, como máscara e álcool gel, além de alimentos e brindes, acontecerá no Km 113 da BR 116, a partir das 8h da sexta-feira (26)

Em São Marcos, capital gaúcha do caminhoneiro, uma ação inédita ocorre no próximo dia 26 de março, Km 113 da BR 116, dentro do perímetro urbano da cidade: empresas realizarão ação em conjunto de apoio aos motoristas de caminhão que passarem pelo local durante o dia. Os kits entregues aos caminhoneiros terão máscaras, álcool gel, alimentos e brindes. A intenção, como explica a idealizadora da iniciativa, jornalista e profissional de marketing, Roseméri Drago, é dar visibilidade para os sérios problemas enfrentados pelos transportadores, acentuados pela pandemia e recentes aumentos do óleo diesel. “Recebi pedidos de empresários para que, como jornalista, produzisse uma reportagem sobre o fato dos caminhoneiros não terem sido incluídos nos grupos prioritários da vacina contra a covid-19, além de outros problemas enfrentados pela categoria. Viajei para fora do município recentemente e percebi a dificuldade de encontrar locais abertos para alimentação, entendendo a dificuldade dos caminhoneiros na prática. Lancei a ideia e iniciamos o projeto a partir das empresas que atendo na parte de marketing, depois mais empresas foram aderindo à ação. O objetivo é realmente ser uma ação aberta para que todos os que se identificam com a causa possam se conectar com esse movimento”, explica.

‘Sabemos que os caminhoneiros não estão paralisando novamente para não tornar a situação do país ainda pior’

Roseméri lembra, ainda, a atual instabilidade do setor de transportes frente aos sucessivos aumentos no óleo diesel. “Acompanhamos a movimentação de caminhoneiros em todo o Brasil frente aos aumentos sucessivos do óleo diesel pela Petrobras, insustentáveis para a economia do Brasil. Conversando com representantes do setor, sabemos que os caminhoneiros não estão paralisando novamente para não tornar a situação do país ainda pior, causando ainda mais mortes neste momento pelo atraso na entrega de medicamentos ou alimentos. Agora que estamos em bandeira preta aqui no Rio Grande do Sul, existe mais a dificuldade de infraestrutura, como restaurantes abertos e banheiros higienizados, para os motoristas nas estradas, além da exposição diária e inevitável para eles de contaminação pelo coronavírus”, enumera a jornalista.

Ela aponta, ainda, a importância de São Marcos assumir seu protagonismo como capital gaúcha do caminhoneiro, em defesa dos transportadores. “Durante o enfrentamento do pior momento da pandemia também precisamos voltar nosso olhar para a situação de nossos caminhoneiros. E cabe a São Marcos, e suas empresas, a grande maioria focada em produtos e serviços para o caminhão, iniciar esse movimento”, observa a idealizadora Roseméri Drago.

Jetta: “Mas se todo mundo fizer um pequeno ato acho que no fim a gente vai ter grandes reflexos”

Entre os participantes e apoiadores da ação estão empresas de São Marcos cujo produto ou serviço depende diariamente dos caminhoneiros de todo o país, como são os casos da Fado Auto Peças, Jetta, Suspentech, Chimba, Engevel e Rodo Waves Transportes. “Eu acho que é um momento de todo mundo fazer sua parte. Independente da gente como empresário, pessoas civis comuns, qualquer pessoa que tem um pouco de empatia, se coloque no lugar de quem está passando dificuldade. A gente agora no setor do transporte, mas em qualquer outro setor que esteja sendo afetado neste momento em função dessa pandemia, que todos possam fazer um pouco. Esse simples ato que estamos fazendo agora é pequeno perante toda a gravidade da situação, mas se todo mundo fizer um pequeno ato acho que no fim a gente vai ter grandes reflexos”, destaca Vinícius Machado, diretor da Jetta Componentes.

Fado: ‘Temos orgulho de ser e estar ao lado do motorista, que consideramos parte da nossa família’

“Neste momento tão difícil gostaríamos que o caminhoneiro saiba que estamos ao seu lado. Esperamos que tudo passe breve, mas até não passar com certeza o motorista pode contar com Fado, estaremos sempre do lado do transportador. O caminhoneiro que luta sozinho, que chora sozinho, mas que traz e leva o que o povo nosso precisa. Neste dia 26, pedimos que os caminhoneiros que passarem na BR 116 em São Marcos parem alguns minutos em frente à Chimba Recuperadora de Pneus e receba um kit higiene para o covid, alimentos e uma lembrança de quem sempre estará ao lado do caminhoneiro. Temos orgulho de ser e estar ao lado do motorista, que consideramos parte da nossa família”, destaca também o empresário Valderez Rodrigues, da Fado Auto Peças.

Rodo Waves Transportes: ‘Seria de prioridade a gente estar vacinando o motorista e isso não foi feito’

Anderson Gobbi Baticini, diretor da Rodo Waves Transportes, reforça a importância do apoio aos caminhoneiros neste momento. “Nós, como transportadora, sabemos como é essencial o serviço do motorista. Que é o cara que sai de casa, às vezes fica uma semana, 10 dias, 15 dias, um mês fora de casa e é triste até de a gente perceber que muitas pessoas não dão valor. E se o motorista para nada chega nas nossas casas. Pra onde a gente olhar a gente vai ver produto que chega de caminhão e nem sempre as pessoas valorizam”, observa Anderson.

Ele também reforça a reivindicação da categoria quanto à vacinação prioritária contra a covid-19, que não foi atendida. “Seria de prioridade a gente estar vacinando o motorista e isso não foi feito, foi sendo deixado pra trás. Acredito que no momento que estavam vacinando o pessoal da saúde deveriam também ter vacinado o motorista, que tivemos problemas também com motoristas nossos que enfrentaram essa doença e não é fácil. Se pensar um pouco, eles têm muito contato, com muitas pessoas. Pedágio tem dias que paga 10, porque a maioria paga no dinheiro. Para descarregar primeiro tem que passar numa guarita na entrada, depois entra no local de entrega tem contato com mais meia dúzia de pessoas. Ele sai e daí vai buscar outra carga. Tem 20 transportadoras, o caminhoneiro vai entrar às vezes em 10 para pegar uma ordem. Aí depois ele vai lá no embarcador, aí vai ter contato com mais 10 pessoas. Então eu vejo de suma importância vacinar essa classe. Eles que estão dando a cara a tapa para o país andar, porque está tudo parado. Você imagina se os caminhoneiros decidirem não mais trabalhar, o que vai ser de cada um de nós que estamos em casa”, aponta o transportador.

‘A nossa cidade (São Marcos) em si ela tem base em cima do transporte e sem os caminhoneiros (do Brasil) o que seria dessa cidade e da população em geral’

Anderson Baticini também lembra das dificuldades de infraestrutura das estradas, que aumentaram durante a pandemia. “Sendo que lá no início da pandemia, muitos deles ou 99% dos caminhoneiros passaram por situações de chegar para tomar um café e estar fechado, chegar para almoçar e estar fechado o local e em alguns lugares eles ficavam do lado de fora e os caras entregavam uma marmita. Então, como que nossa empresa não vai apoiar, como não vou estar do lado dos caminhoneiros? A nossa cidade (São Marcos) em si ela tem base em cima do transporte e sem os caminhoneiros (do Brasil) o que seria dessa cidade, não só da cidade, da população em geral, que, como falei inicialmente, tudo o que colocamos a mão chegou por um caminhão. Então quando fala em herói é herói mesmo. Eles não podem parar que tem pessoas pedindo dinheiro, segurança está horrível, parte de higiene e consideração com o motorista é zero também. Em muitos lugares que o caminhoneiro vai mal deixam um banheiro para eles tomarem banho. Tenho certeza de que a maioria do povo que está em casa não aguentaria passar por isso”, finaliza o diretor da Rodo Waves Transportes, Anderson Gobbi Baticini.

VEJA EMPRESAS PARTICIPANTES DA AÇÃO PRÓ-CAMINHONEIRO

Águas Serra Maior
ASM Frutas
Renovadora de Pneus Chimba
Cooperativa Rio Branco
Digal Pneus – Dunlop
Engevel
Fado Auto Peças
Humanize Marketing Estratégico
Jetta Componentes
Rodo Waves Transportes
Sicredi
Suspentech
Super Marco
Fonte: Jornal L’Attualitá | A pedido

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here