Safra da uva de 2021 está sendo considerada a safra das safras em quantidade

0
509
Propriedade da família Suliani, na Linha Santana em São Marcos. Foto: arquivo SMO

Colheita avança e em São Marcos restam cerca de 30% dos vinhedos a ser colhido. Estimativa é de que alcance os 30 milhões de quilos no município

A colheita da uva está na reta final em todo o Rio Grande do Sul e conforme órgão ligados ao setor a safra decorre em condições muito favoráveis à qualidade das uvas, produzindo frutos doces, com bagas grandes e boa sanidade.

De acordo com informações da Emater/RS-Ascar, na regional de Caxias do Sul, a colheita da uva Isabel e Bordô são o destaque neste momento, já as variedades variedades de ciclo precoce, estão finalizadas. Os trabalhos de colheita continuam também com as variedades de mesa, destacando-se as cultivadas sob cobertura plástica: Itália, Rubi, Benitaka, BRS Clara, BRS Linda e BRS Morena em toda região.

Em São Marcos, conforme entrevista do SMO com Rudinei Girardello, do escritório da Emater na cidade, aproximadamente 70% do volume do fruto já foi colhido, restando alguns parreirais com a uva Bordô que junto da Isabel, já colhida, representa o maior volume em aproximadamente 1,3 mil hectares de área cultivada.

Há estimativas de superação da média histórica dos últimos 10 anos em São Marcos, que gira em torno dos 25 milhões de quilos podendo atingir nesta safra os 30 milhões de quilos. Levantamentos apontam que até 600 produtores atuam no cultivo da uva no município.

De acordo com estimativa do IBGE, publicada em dezembro de 2020, a área com plantio de uva será de 46.797 hectares, com um rendimento de 18.896 kg/ha e uma produção de 875.065 toneladas em todo Rio Grande do Sul.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here