Intolerância a lactose

0
178

A lactose é o principal carboidrato encontrado no leite. Sua digestão ocorre no intestino delgado através da enzima lactase

É comum que no decorrer da vida, por um processo adaptativo do organismo, a expressão dessa enzima diminua e prejudique a absorção de lactose, podendo causar sintomas como dor e distensão abdominal, gases e diarreia. Muitas vezes o próprio paciente consegue correlacionar a ingestão de laticínios com o surgimento dos sintomas.

O diagnóstico é feito pela história clinica do paciente associado a testes que comprovem a má absorção da lactose. O mais disponível em nosso meio inclui a ingesta de lactose seguida da coleta Seriada de sangue e acompanhamento da curva glicemica. Existe ainda o teste de hidrogênio expirado, que diagnostica também a má absorção de outros carboidratos, além da lactose.

Apesar de não ter cura é uma condição benigna e pode ser controlada com a eliminação de lactose da dieta (nao ingerir produtos como leite, queijo, iogurte, manteiga, sorvete) e com a suplementação de lactase se ingerir tais alimentos.

Importante lembrar: a intolerância à lactose não deve ser confundida com alergia a proteína do leite de vaca (APLV). Esta é uma reação anormal do sistema imunológico que geralmente surge em bebês menores de 1 ano e causa sintomas digestivo como dor abdominal e diarreia, além de sintomas alérgicos, como coceira e lesões de pele, corrimento nasal, tosse e inchaços pelo corpo.

Apesar de ambas serem desencadeadas pelo leite, envolvem fisiopatologia tratamentos diferentes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here