UCS formaliza incorporação de aulas síncronas na tipologia de disciplinas de graduação

0
151

A partir de 2021, além dos modelos tradicionais de aulas em salas físicas e de Educação a Distância, as aulas on-line farão parte dos currículos regulares

Influenciada pela experiência acumulada no desenvolvimento e aplicação de tecnologias educacionais e pelo vivenciado ao longo de 2020 em virtude da pandemia da Covid-19, a Universidade de Caxias do Sul formalizou a inclusão das aulas síncronas on-line entre os tipos de disciplinas de graduação que serão oferecidas aos estudantes a partir de 2021. Dessa forma, além das aulas presenciais ou a distância, as salas virtuais serão opção regular nos currículos acadêmicos tanto para os cursos presenciais como para os EaD, aproximando professores e alunos e ampliando as alternativas de direcionamento dos estudos pelo próprio estudante.

A nova tipologia das disciplinas foi apresentada no evento virtual Os Desafios da Educação na Era Digital, promovido pelo Diretório Central de Estudantes (DCE), que reuniu a pró-reitora Acadêmica Nilda Stecanela; a coordenadora do Centro de Inovação e de Tecnologias Educacionais (Cinted), Flávia Fernanda Costa; o coordenador do Núcleo de Formação de Professores, Lucas Furstenau de Oliveira; a coordenadora do Programa UCS Digital, Elisa Boff; e a coordenadora do Núcleo de Tecnologias Digitais, Maria de Fátima Webber do Prado Lima, outros professores e estudantes em torno do debate sobre as perspectivas da educação relativo à abertura do segundo semestre letivo de 2020.

A partir do próximo ano, as disciplinas serão ofertadas com os seguintes formatos:

Graduação presencial:

– Presencial: o modelo tradicional, com encontros semanais em horário definido e salas físicas.

– Presencial Digital: encontros semanais em horário definido e salas virtuais, por videoconferência (aulas síncronas). Poderá reunir turmas de diferentes campi da UCS.

– Presencial Digital + Lab: encontros semanais em horário definido e salas virtuais, por videoconferência (aulas síncronas) e com encontros físicos para atividades práticas (em laboratório, saídas de campo, visitas técnicas). OBS: até três encontros para atividades práticas para disciplinas de 40h e até seis encontros para disciplinas de 80h.

No caso das disciplinas presenciais digitais e presenciais digitais+lab, o professor poderá incluir no processo avaliativo as provas presenciais digitais, realizadas nos laboratórios de informática da Universidade, seguindo o mesmo calendário previsto para as disciplinas EaD.

Para a Área das Ciências da Vida, o que até então eram as chamadas aulas híbridas (EaD, mas com atividades de laboratório) passam para Presencial Digital + Laboratório (encontro síncrono on-line e encontro físico no laboratório).

Educação a Distância – EaD

A nova tipologia das disciplinas se estende à modalidade de Educação a Distância (EaD), que passará a contar com 30% da carga horária com atividades síncronas em horário definido, em sala de aula virtual via videoconferência, constituindo a modalidade EaD Plus. As atividades síncronas terão frequência quinzenal ou ajustada de acordo com as necessidades pedagógicas, permitindo maior interação com os professores. Estas aulas também poderão reunir estudantes de diferentes campi.

As aulas EaD tradicionais, sem atividades síncronas obrigatórias, continuam para o restante do currículo, mantendo a autonomia do estudante no gerenciamento do seu tempo de estudos.

Educação digital como recurso para o mundo do trabalho

Lembrando que as novas tipologias das disciplinas adotadas pela UCS congregam as políticas que já vinham sendo adotadas com o desenvolvimento de 20% das disciplinas do currículo dos cursos presenciais na modalidade EaD, a pró-reitora Acadêmica, Nilda Stecanela, destaca a otimização da experiência vivida por ocasião da pandemia da Covid-19. “Professores e estudantes, de modo transversal, se entregaram ao propósito de efetivar os encontros em salas de aulas sem paredes. Com isso, os projetos de formação profissional, de nossos estudantes, e os projetos de atuação docente, de nossos professores, seguiram em movimento”.

Segundo a pró-reitora, a boa avaliação das aulas síncronas motivou a intensificação da educação digital nos percursos acadêmicos, “considerada como uma oportunidade no desenvolvimento de competências associadas aos desafios contemporâneos da formação acadêmica e do mundo do trabalho”. A aceitação positiva do modelo em operação desde março, implementado pela necessidade do isolamento social, foi constatada por meio de pesquisas “que revelam o acolhimento positivo dessa experiência por nossos estudantes e professores, e que as aprendizagens seguem acontecendo qualitativamente”, especifica a coordenadora do Cinted, Flávia Fernanda Costa.

As equipes do Cinted, acrescenta Flávia, seguirão apoiando os professores e acompanhando os estudantes na transição para a nova tipologia – iniciada por um projeto-piloto com oito disciplinas no formato EaD Plus, conforme detalha o coordenador do Núcleo de Formação de Professores, Lucas Furstenau de Oliveira: “Algumas disciplinas já estão em andamento, e outras começam na segunda metade do semestre. Os professores responsáveis estão sendo acompanhados para que possam explorar o modelo da melhor maneira possível. O que aprendermos nesse piloto será útil para a formação dos docentes que atuarão no EaD Plus a partir do semestre que vem”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here