Doença do refluxo gastroesofágico

0
896

O sintoma mais frequente é a azia, que é a sensação de queimação que se estende do estômago até o peito e garganta

O refluxo gastroesofágico é o retorno de parte do conteúdo gástrico para o esôfago. Se trata de um evento fisiológico (normal) no organismo humano e passamos a classifica-lo como doença quando passa a gerar sintomas ou provocar lesões, chamando -o então de doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).

A DRGE é uma doença bastante comum e de evolução crônica (que não tem cura),  com períodos de melhora e de piora dos sintomas, mas que não necessariamente  exigirá uso contínuo de medicação.

O sintoma mais frequente é a azia, que é a sensação de queimação que se estende do estômago até o peito e garganta. Outros sintomas incluem regurgitação ácida, sensação de “bola na garganta”, rouquidão, tosse,  salivação, mau hálito, aftas, eructações (arrotos), chiado no peito e sinusite.

Esses sintomas são frequentemente desencadeados por certos alimentos, como gorduras, doces, chocolate, cafe, chimarrão, bebidas alcoólicas e gaseificadas, hortelã e condimentos, como pimenta.

O diagnóstico é feito na maioria das vezes pela história clínica do paciente, mas pode ser necessário a realização de endoscopia digestiva alta ou outros exames complementares dependendo do caso.

O tratamento é feito através de medicações, medidas dietéticas e posturais. Evitar os alimentos que provocam sintomas, não deitar logo após as refeições, evitar refeições copiosas e líquido durante as refeições  mastigar bem os alimentos e abandonar o fumo são algumas das recomendações.

Lembrando que a avaliação sempre deve ser individualizada. Métodos diagnósticos e terapêuticos sempre devem ser feitos com acompanhamento médico. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here