Dedetização pode ser arma eficaz no combate ao mosquito da Dengue

0
1984
Imagem ilustrativa

São Marcos está em estado de alerta, considerada infestada pelo Aedes. O São Marcos Online traz informações frequentes sobre o tema em apoio à campanha lançada pela Secretaria de Saúde no município. Hoje, conversamos com os profissionais da Capeletti e Santos sobre limpeza e dedetização

Recentemente São Marcos entrou para o grupo de municípios considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e da Febre Amarela urbana. A Secretaria Municipal da Saúde lançou campanha de conscientização que vem mobilizando escolas, comércio e empresas a realizar diariamente uma fiscalização, visando estancar a proliferação do vetor.

Nesse momento, todas as ações são importantes, tanto preventivas, evitando que as larvas evoluam, quanto as que visam o ataque direto ao mosquito já adulto, caso da dedetização.

“Passamos a maior parte do tempo em nossa casas ou local de trabalho, com parentes, amigos, familiares ou funcionários e por isso é importante que esses locais estejam sempre seguros e protegidos. Afinal, não há nada pior do que conviver com a proliferação de uma praga”, argumenta Manoel José dos Santos, da Capeletti e Santos Limpeza e Dedetização, empresa que atua no controle de pragas há cerca de 10 anos.

A dengue pode ser transmitida por duas espécies de mosquitos (Aëdes aegypti e Aëdes albopictus), que picam durante o dia e a noite, ao contrário do mosquito comum, que pica durante a noite. Os transmissores de dengue, principalmente o Aëdes aegypti, proliferam-se dentro ou nas proximidades de habitações (casas, apartamentos, hotéis), em recipientes onde se acumula água limpa (vasos de plantas, pneus velhos, cisternas etc.).

“Contamos com desinsetização comercial, residencial e industrial de pragas como aranhas, percevejos, moscas, baratas, brocas, carrapatos, caramujos, formigas, escorpiões, morcegos, grilos, mosquitos, mosquito da dengue, percevejos, pulgas, traças, cupins e vespas . Para isso você também pode solicitar uma identificação do insetos e de seus focos para que possamos assim aplicar o melhor sistema de dedetização para o cliente”, informa o profissional.

Sobre o Aedes, especificamente, Jorge revela que são utilizados principalmente dois tipos de inseticidas.

“O inseticida Bigtrin 200cs eficaz no controle de aranhas baratas cupins escorpiões e mosquitos e contra o Aedes aegypti é aplicado de forma pulverizada”, explica Jorge. Também pode ser utilizado o Devetion, que possui uma fórmula mais concentrada, conforme o responsável pela empresa de dedetização.

Conheça os serviços da Capeletti e Santos e veja o que mais se adéqua a sua situação. Os trabalhos podem ser aplicados em casas, prédios públicos, estabelecimentos comerciais ou empresas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here