Ação beneficente presenteia moradores da Casa de Repouso Convivência

0
727

Projeto iniciou há 3 anos e tem como objetivo envolver a comunidade em uma ação social, além de promover a interação entre os moradores da casa com a sociedade.

Além do significado religioso, a palavra apadrinhar remete à ideia de criar vínculo de forma voluntária e desinteressada com o outro. Nesta época do ano, ela ganha sentido prático nas ações de solidariedade voltadas a alguém especial, que esteja precisando de ajuda e pode ser um “afilhado” por um dia ou uma temporada.

Um chinelo, um boné, uma sandália, uma blusa, são estes os presentes que alguns dos 12 moradores da Casa de Repouso Convivência pediram ao Papai Noel este ano. Os pedidos surpreendem pela simplicidade e já foram apadrinhados através das redes sociais através de fotos feitas pela voluntária Marina Soldera Scarabelot, que está a frente do projeto neste ano.

“É uma ação voluntária, aonde todas as pessoas que estão no lar fazem um pedindo, a gente escreve em um quadro, fotografa e eu coloco nas redes sociais e as pessoas apoiam a ideia “apadrinhando” eles.”, explica Marina.

Em poucas horas o número de padrinhos superou o número de moradores do local. “Como sempre tem muita gente que quer participar, eu sugiro que quem não consiga adotar uma pessoas para dar o presente, ajude doando produtos de higiene e limpeza e também alimentos para o lar.”

Conforme Mazur Teles da Silva, responsável pela Casa, as doações são importantes, mas o que motivou a campanha foi possibilitar que os idosos atendidos tenham contato com outra pessoas, além dos profissionais que trabalham no espaço e dos familiares. Ela complementa dizendo que os moradores adoram visitas, e que as vezes, doar um pouco de atenção, tem muito mais efeito do que presentes materiais.

Os presentes serão entregues no dia 20 de dezembro, juntamente com uma festinha no lar, os padrinhos podem levar os presentes pessoalmente ou entregarem para Marina até o dia 19. Aos que quiserem colaborar doando produtos de higiene e limpeza, ou mesmo alimentos, podem entrar em contato com as responsáveis pelo lar através do telefone 9 9193-2456 ou comparecer na Rua Benjamin Michelin; 50, bairro Henrique Pante.

Deixe uma resposta

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui